Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Início > Artigos

Artigos

  • Bolsonaro tenta se equilibrar entre radicais e moderados

    O Globo, em 06/07/2020

    O presidente Bolsonaro está tentando se equilibrar entre a harmonia com os outros poderes, especialmente com o centrão e manter sua base mais dura, que representaria apenas 15% do eleitorado, mas é muito agressiva e radical, e reservou saúde e educação como áreas prioritárias para uma atuação ideológica.

  • Tempos confusos

    O Globo, em 05/07/2020

    Tempos confusos os que temos vivido. A tal ponto que estranhamos o que ocorreu no meio da semana: chamou a atenção o fato de o governo não haver arranjado nenhuma confusão nova.

  • Os inocentes

    O Globo, em 05/07/2020

    “Os inocentes do Leblon”, poesia de Carlos Drummond de Andrade de 1940, poderia ter sido escrita ontem, quando os bares do bairro carioca encheram-se de “inocentes” sem medo do amanhã. Aglomerados, sem máscara, “os inocentes, definitivamente inocentes, tudo ignoram/mas a areia é quente, e há um óleo suave/ que eles passam nas costas, e esquecem”.

  • Sem e com a toada do Boi

    O Estado do Maranhão, em 04/07/2020

    Nessa imensa tragédia da pandemia de Covid-19 — que atinge números difíceis de imaginar, crescendo agora a 50 mil casos por dia e já sendo mais de um milhão e meio, com mais de 60 mil mortes — ficamos em casa, no necessário isolamento para que a calamidade seja menor e perdemos o convívio diário com a família e os amigos. 

  • Qual caminho?

    O Globo, em 04/07/2020

    A escolha do quarto ministro da Educação de seu governo pode ser também a definição do que será o governo Bolsonaro no tempo que lhe resta.

  • Certa manhã em Pisa, Itália

    O Estado de S. Paulo, em 03/07/2020

    Aproveitando o confinamento, estou há semanas tentando arrumar minha biblioteca que virou Babel, sem ser a de Borges. Ficava constrangido quando visitas olhavam para tudo e, educados, nada diziam. 

  • Desmilitarização

    O Globo, em 03/07/2020

    A prisão de Fabrício Queiroz foi a gota d´água que faltava para que o bom senso prevalecesse no entorno do presidente Bolsonaro, levado a um silêncio obsequioso diante da realidade que lhe batia à porta do Palácio do Planalto.

  • Feder tem proposta polêmica

    O Globo, em 03/07/2020

    Renato Feder ficou numa situação constrangedora quando foi preterido na escolha para o ministério da Educação depois de ter sido recebido pelo presidente Jair Bolsonaro. 

  • Da noite para o dia

    O Globo, em 02/07/2020

    Além da nomeação do novo ministro da Educação, que teria um perfil técnico, ao contrário do guerrilheiro de direita Weintraub de triste memória, há comentários insistentes em Brasília de que o presidente Bolsonaro, nessa fase de calmaria pós prisão do Queiroz, tiraria do governo outros dois ministros problemáticos, o das Relações Exteriores Ernesto Araujo e o do Meio-Ambiente Ricardo Salles.

  • O que mais se despreza

    O Globo, em 01/07/2020

    O constrangimento maior nessa história do currículo de Carlos Decotelli, que deixou o governo ontem antes de tomar posse, acabou ficando por conta de Bolsonaro porque, ao fazer o anúncio oficial do novo ministro, coube a ele a primazia de endossar como verdadeiros os dois títulos falsos de Decotelli, que não era nem “doutor pela Universidade de Rosário, na Argentina”, e, portanto, nem “pós-doutor pela Universidade de Wüppertal, na Alemanha”. 

  • Infodemia

    Portal da ABL, em 01/07/2020

    O leitor provavelmente já ouviu falar do termo “infodemia”, utilizado pela OMS em janeiro deste ano, e também por diversos veículos de comunicação e por pessoas públicas renomadas.

  • Pouco tempo

    O Globo, em 30/06/2020

    As chances de o senador Flavio Bolsonaro conseguir que seu processo sobre a “rachadinha” continue na segunda instância no Rio de Janeiro são próximas de zero. 

  • Como farsa

    O Globo, em 30/06/2020

    O comportamento do presidente Jair Bolsonaro desde a prisão de seu amigo Fabricio Queiroz assemelha-se ao de Lula depois do escândalo do mensalão em 2005.

  • Como farsa

    O Globo, em 30/06/2020

    O comportamento do presidente Jair Bolsonaro desde a prisão de seu amigo Fabricio Queiroz assemelha-se ao de Lula depois do escândalo do mensalão em 2005. 

  • Direita volver

    O Globo, em 29/06/2020

    Em política, quando não se tem um projeto claro e preciso para o futuro, o ativista rodopia em torno de um vazio que ele mesmo não consegue admitir.