Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Início > Acadêmicos > Arnaldo Niskier

Perfil do Acadêmico

Sétimo ocupante da Cadeira nº 18, eleito em 22 de março de 1984, na sucessão de Peregrino Júnior e recebido em 17 de setembro de 1984 pela acadêmica Rachel de Queiroz. Recebeu os acadêmicos Murilo Melo Filho, Carlos Heitor Cony e Paulo Coelho. Presidiu a Academia Brasileira de Letras em 1998 e 1999.
Cadeira: 
18
Posição: 
Atual
Antecedido por:
Data de nascimento: 
30 de Abril de 1935
Naturalidade: 
Rio de Janeiro - RJ
Brasil
Data de eleição: 
22 de Março de 1984
Data de posse: 
17 de Setembro de 1984
Acadêmica que o recebeu: 
Fotos relacionadas
Ver todas as fotos

Notícias relacionadas

Artigos relacionados

  • A perda de dona Cleo

    Tribuna do Sertão, em 07/02/2023

    O falecimento da professora Cleonice Berardinelli, aos 106 anos de idade, foi uma perda muito sentida pela Academia Brasileira de Letras. Sobretudo porque ela representava uma atenção toda especial com a língua portuguesa, que prezava acima de tudo.

  • À sombra dos escritos em flor

    Site Chumbo Gordo, em 01/02/2023

    Lidaram com o autor de 'Para o Lado de Swan' e a 'À sombra das moças em flor', mesmo sabendo da fama de que a sua obra era considerada 'difícil'?

    Como instituição cultural de primeira grandeza, a Academia Brasileira de Letras não poderia deixar de lidar, em certos momentos, com a vida e a obra do renomado escritor francês Marcel Proust. Suas longas frases não assustaram escritores calejados como Alceu Amoroso Lima, José Lins do Rego e a minha estimada Rachel de Queiroz. Lidaram com o autor de 'Para o Lado de Swan' e a 'À sombra das moças em flor', mesmo sabendo da fama de que a sua obra era considerada 'difícil'.

  • Theatro São Pedro: vivo e vibrante

    Site Chumbo Gordo, em 24/01/2023

    Visitar o Theatro São Pedro, em Porto Alegre, é um verdadeiro privilégio?

    Visitar o Theatro São Pedro, em Porto Alegre, é um verdadeiro privilégio. Inaugurado em 1858 pelo Barão de Uruguaiana (Ângelo Moniz da Silveira Ferraz), recebeu óperas, concertos e peças teatrais das mais distantes procedências e se encontra 'vivo e atuante', no dizer do médico e homem de cultura Gilberto Schwartsman, professor titular da Faculdade de Medicina da Universidade do Rio Grande do Sul e presidente da Associação dos Amigos do Theatro São Pedro.