Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Início > Acadêmicos > Ignácio de Loyola Brandão

Perfil do Acadêmico

Décimo ocupante da Cadeira 11, eleito em 14 de março de 2019 na sucessão do Acadêmico Helio Jaguaribe.
Cadeira: 
11
Posição: 
Atual
Antecedido por:
Data de nascimento: 
31 de Julho de 1936
Naturalidade: 
Araraquara - SP
Brasil
Data de eleição: 
14 de Março de 2019
Data de posse: 
18 de Outubro de 2019
Acadêmico que o recebeu: 
Fotos relacionadas
Ver todas as fotos

Notícias relacionadas

Artigos relacionados

  • Entre 90 e 190

    O Estado de S. Paulo, em 29/01/2023

    Mil Yanomami subnutridos, mais 700 mil mortos pela covid. Não é genocídio?

    Difícil não foi ter descoberto a doença, mas sim ter dado com ela tardiamente, obrigando-me a mudar rotinas, vícios, hábitos aos 86 anos. Principalmente vícios, manias. Dizem que tudo se ajeita com boa vontade. Apontem um ser humano que tenha a noção absoluta de boa vontade. Ou não acredito na humanidade?

  • Curtas histórias

    O Estado de S. Paulo, em 15/01/2023

    Livros registram catástrofes que nos assombraram ao longo dos tempos. Diques romperam em Brumadinho, mataram centenas de pessoas, famílias perderam tudo o que tinham, e ficou por isso. Caso nunca resolvido.

  • O balão vermelho

    O Estado de S. Paulo, em 01/01/2023

    Passando pela Marginal Pinheiros, dei com a roda-gigante destinada a ser a maior da América Latina. Minúsculo pano vermelho (parecendo balãozi-nho) mostrava-se agarrado a uma das cabines. Estremeci, a memória me remeteu aos meus 22 anos. Em um domingo de 1958, eu voltava de um show, promovido pelo jornal Última Hora e dei carona para Marlene França, atriz baiana nascida em Uauá, descoberta aos 14 anos por Alex Viany em Rosa dos Ventos, lançado em 1957. Ela veio para São Paulo disposta a fazer carreira, e fez. Ao passarmos pelo Parque Shangai, no centro, vimos a roda-gigante. Ela arregalou os olhos: 'Lô' - assim me chamava -, 'vamos dar uma volta?'. Na entrada, outro pedido: 'Me dá um balão vermelho?'.