Início > Acadêmicos > Carlos Heitor Cony

Perfil do Acadêmico

Quinto ocupante da Cadeira nº 3, eleito em 23 de março de 2000, na sucessão de Herberto Sales e recebido em 31 de maio de 2000 pelo acadêmico Arnaldo Niskier.
Cadeira: 
3
Posição: 
Atual
Data de nascimento: 
14 de Março de 1926
Naturalidade: 
Rio de Janeiro - RJ
Brasil
Data de eleição: 
23 de Março de 2000
Data de posse: 
31 de Maio de 2000
Acadêmico que o recebeu: 
Fotos relacionadas
Ver todas as fotos

Notícias relacionadas

Artigos relacionados

  • Caro data vermibus

    Folha de São Paulo (RJ), em 26/03/2017

    Perdoem o latinório. Não vou embarcar na carne fraca que está criando problema e vergonha às nossas exportações. Até então, podíamos ter orgulho do produto, basta dizer que os nossos índios comeram o bispo Sardinha e não há notícia de que tenham passado mal.

  • O grande momento da mídia

    Folha de São Paulo (RJ), em 13/03/2017

    Quando comecei a trabalhar na imprensa ("Jornal do Brasil", 1952), o assunto principal da mídia carioca era a construção do metrô, que só foi concretizada muitos e muitos anos depois. Correndo por fora, em matéria de importância jornalística, era saber onde estavam os ossos de Dana de Teffé, uma ex-bailarina tcheca. Era espiã comunista e foi morta pelo seu amante, o advogado Leopoldo Heitor, que embrulhou toda a justiça com o argumento de que não foram encontrados os ossos da assassinada.

  • O grande momento da mídia

    Folha de São Paulo (RJ), em 12/03/2017

    Quando comecei a trabalhar na imprensa ("Jornal do Brasil", 1952), o assunto principal da mídia carioca era a construção do metrô, que só foi concretizada muitos e muitos anos depois. Correndo por fora, em matéria de importância jornalística, era saber onde estavam os ossos de Dana de Teffé, uma ex-bailarina tcheca. Era espiã comunista e foi morta pelo seu amante, o advogado Leopoldo Heitor, que embrulhou toda a justiça com o argumento de que não foram encontrados os ossos da assassinada.

Vídeos relacionados