Início > Acadêmicos > Arnaldo Niskier

Perfil do Acadêmico

Sétimo ocupante da Cadeira nº 18, eleito em 22 de março de 1984, na sucessão de Peregrino Júnior e recebido em 17 de setembro de 1984 pela acadêmica Rachel de Queiroz. Recebeu os acadêmicos Murilo Melo Filho, Carlos Heitor Cony e Paulo Coelho. Presidiu a Academia Brasileira de Letras em 1998 e 1999.
Cadeira: 
18
Posição: 
Atual
Data de nascimento: 
30 de Abril de 1935
Naturalidade: 
Rio de Janeiro - RJ
Brasil
Data de eleição: 
22 de Março de 1984
Data de posse: 
17 de Setembro de 1984
Acadêmica que o recebeu: 
Fotos relacionadas
Ver todas as fotos

Notícias relacionadas

Artigos relacionados

  • O canto dos cegos

    Diário da Manhã (GO), em 15/02/2017

    Desde que assumi a presidência do Ciee/Rio, preocupo-me com as atividades dos indivíduos portadores de deficiências físicas. No Brasil, segundo dados do Censo existem 65 milhões de pessoas com deficiência visual severa, das quais 506 mil são irremediavelmente cegas. Ocorreu-me então, propor ao professor Carlos Alberto Serpa, presidente da Fundação Cesgranrio a criação de um organismo, em parceria com o Ciee para dar vida ao Coral Sidney Marzullo, em homenagem a quem se dedicou, na União dos Cegos, a um longo trabalho voltado para os deficientes visuais.

  • Retratos da República

    O Estado do Maranhão, em 08/02/2017

    O memorialista Pedro Nava dizia que a experiência “é um farol voltado para trás”. Graças à experiência aliada à impagável vivência do historiador Vasco Mariz, o escritor lançou Retratos da República (Ed. Resistência Cultura, São Luiz, Maranhão, 2017), usando os mesmos critérios que, em muito, agradaram os leitores de Retratos do Império - Os Orleans, os Saxe-Coburgo e outras personalidades da época (Ed. Topbooks, 2016).

  • O canto dos cegos

    O Globo, em 17/01/2017

    ‘Aprendi que, mesmo com a deficiência, é possível crescer e se desenvolver no mercado de trabalho igual a qualquer pessoa’, diz operador de telemarketing.