Início > Noticias > Adriano Espínola encerra na ABL o ciclo ‘A cidade dos poetas’, sob coordenação do Acadêmico Antonio Carlos Secchin

Adriano Espínola encerra na ABL o ciclo ‘A cidade dos poetas’, sob coordenação do Acadêmico Antonio Carlos Secchin

O poeta e professor Adriano Espínola encerra, na Academia Brasileira de Letras o ciclo de conferências do mês de abril de 2018, intitulado A cidade dos poetas. O tema escolhido foi Ferreira Gullar: São Luís e o Rio de Janeiro. O evento aconteceu terça-feira, dia 24 de abril, no Teatro R. Magalhães Jr., Avenida Presidente Wilson 203, Castelo, Rio de Janeiro.

Foram fornecidos certificados de frequência.

A Acadêmica e escritora Ana Maria Machado, Primeira-Secretária da ABL, é a Coordenadora-Geral dos ciclos de conferências de 2018.

Adriano Espínola abordou a representação das cidades de São Luís do Maranhão e do Rio de Janeiro, na poesia de Ferreira Gullar (1930-2016), inserindo-a inicialmente na já longa tradição, desde a antiguidade greco-latina aos nossos dias, que une o poeta à cidade, como espaço privilegiado de expressão afetiva, de reflexão crítica e/ou de memória individual e coletiva.

“No caso de Gullar, esse espaço é duplo: voltando-se para São Luís, o poeta torna-se evocativo, buscando resgatar as vivências e experiências fundamentais e decisivas da sua infância, adolescência e início da maioridade; dirigindo-se ao Rio, faz-se reflexivo, na tentativa de expressar o cotidiano, a vida presente, em suas diversas manifestações. A via que expressa liricamente esses dois espaços quase sempre é sensorial, tendo por pressuposto teórico a dialética entre o particular vivenciado e o universal”, destacou.

O CONFERENCISTA

Adriano Espínola (Fortaleza-Ce, 1952) é poeta, autor, entre outros livros, de Beira-Sol (1997), Praia provisória (2006) e Escritos ao Sol (2015). Ensaísta, escreveu As artes de enganar: um estudo das máscaras de Gregório de Matos (2000), O essencial de Gregório de Matos (2011) e Os melhores poemas de Sousândrade (2008; prefácio, notas e biografia); e contista (Malindrândia, 2009). Como poeta convidado, participou do Festival Internacional da Poesia Latina, em Bucareste (1997), do 18º Salão do Livro, em Paris (1998), e do Congresso de Escritores Brasil-Portugal, no Porto (2000). Doutor em Literatura Brasileira pela UFRJ, é professor aposentado da UFC, tendo ensinado também na Université Stendhal Grenoble III (FR) e na UFRJ. Pertence ao PEN Clube do Brasil e à Academia Carioca de Letras.

18/04/2018

Notícias relacionadas

Vídeos relacionados