Início > Publicações > Fatos da linguagem

Fatos da linguagem (432 pp.)

Heráclito Graça

Essa publicação faz parte da coleção Coleção Antônio de Morais Silva

 

Despedindo-me do sr. Cândido de Figueiredo, parece-me que na análise que fiz de suas opiniões, observei fielmente o programa que me tracei: com inteira calma e urbanidade, e sem teorias e divagações, contrapor para refutá-lo a autoridade dos clássicos e dos mais abalizados escritores da língua portuguesa esquecidos por s. exa., cujos talentos, saber e serviços à boa linguagem sou o primeiro a admirar. Meu dissentimento com antagonista de tanto mérito cifrou-se nos fatos da linguagem que restabeleci. E este terreno é pequeno em comparação da harmonia em que folgo e me ufano de estar com s. exa. em numerosíssimos assuntos que há ilustrado em suas obras com proveitosas lições para mim e para muitos. Que lucre também a língua portuguesa com o nosso limitado debate, separado do joio o bom trigo, é o meu mais ardente desejo.
[...]

Infelizmente, noutros pontos permaneceu intransigente, afrontando a evidência dos fatos da linguagem, rejeitando os exemplos de escritores exímios que em outras ocasiões ele próprio invocara e calorosamente elogiara para justificar questões de linguagem, ou menoscabando muitos de mérito geralmente aceito e aclamado.

Nalguns pontos, finalmente, não me quis entender ou evitou a questão, ou saiu dela, divagando, ou a transmudou e, o que é mais grave e me foi sensível, enganou-se atribuindo-me cousas que não escrevi, nem podia escrever, e intentos que nunca tive, nem podia ter, e tirando conclusões forçadas, despropositadas e arbitrárias de minhas asserções claras e restritas ao objeto debatido; de sorte que o leitor imparcial ou de boa fé, para conhecer de que lado está a razão e a lealdade, não necessita senão cotejar a resposta com o meu atigo.
...

(Heráclito Graça).

 

Ficha da Obra

Autores: 
Heráclito Graça
Páginas: 
432