Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Início > Artigos

Artigos

  • Afonso e Getúlio

    Os Divergentes, em 07/11/2021

    Afonso Arinos de Melo Franco deu à tribuna parlamentar brasileira uma dimensão muito elevada, com peças memoráveis, que orgulhariam qualquer Parlamento, em qualquer tempo.

  • A fome

    Os Divergentes, em 31/10/2021

    As imagens têm se sucedido Brasil afora: as pessoas catando lixo e descartes de comida em busca de superar o drama terrível da fome. Quando isso acontece é sinal de que atingimos uma linha de alerta para a qual é necessária a mobilização de toda a sociedade.

  • Presidente a ser impedido

    O Globo, em 26/10/2021

     O ex-presidente José Sarney cunhou a expressão “liturgia do cargo” para definir a responsabilidade perante a população de um presidente da República no cargo que ocupa. Das palavras ditas ao comportamento pessoal, tudo tem seu peso político. Mas há distinções entre comportamentos popularescos e aqueles espontâneos, especialmente quando a espontaneidade revela um político excêntrico, mas vencedor e com visão de história.

  • O Tempo e o Vento

    O Estado do Maranhão, em 24/10/2021

    O jornal sempre foi minha paixão. A palavra impressa, transmitindo sentimentos, fazendo história, no contar o dia a dia. Quando estava no Liceu Maranhense, aos quatorze anos, fundei a Folha do Estudante, que desejava ser a alma dos jovens colegas, expressas na poesia, na crônica, no desejo de deixar as palavras impressas, eternizadas. Ficamos no primeiro número.

  • Republicanos e federalistas

    O Estado do Maranhão, em 17/10/2021

    Hoje, República ganhou um status que nunca tinha tido na História do Brasil. Não falo do exercício do sistema de governo em si, mas da palavra republicano, que no Império nem na propaganda republicana era usada. No próprio Manifesto Republicano de 1870 a palavra só é usada no título do documento e do partido que se fundava. Seguia-se o exemplo americano, em que os fundadores, em seus debates sobre a Constituição, foram marcados pelo título de federalistas dado aos artigos de Madison, Hamilton e Jay, enquanto republicano era usado em oposição a democrático, forma de governo considerada então como anárquica.

  • Uma lição de Milton Campos

    O Estado Maranhão, em 14/10/2021

    O tema 'reforma' esteve sempre presente nos debates políticos. Passei 54 anos no Parlamento e não teve uma legislatura em que não houvesse alguma coisa para reformar.

    A Reforma Agrária era o tema quente e ser adepto dela valia um certificado de comunista. Discutindo isso com Milton Campos, ele me advertiu: 'Olha, Sarney, aqui sempre tem alguma coisa para reformar, e quando as reformas forem feitas, não precisamos mais de reformas.'

  • O Brasil é maior do que as crises

    O Estado do Maranhão, em 03/10/2021

    Hoje, do alto dos meus noventa e um anos, não tenho mais o direito de ser pessimista. Já vi tantas coisas, já vi tantos problemas, vivi muitos deles e constatei que, quando tudo parecia difícil de superar, o Brasil atravessava todos os obstáculos e continuava crescendo. Eu fiquei surpreso quando soube que o nosso Brasil foi um dos países com maior crescimento per capita do mundo no século 20.

  • A Constituição de Pernas Quebradas

    Jornal O Estado do Maranhão, em 26/09/2021

    Luís Maklouf, que escreveu um dos melhores livros para se entender a Constituição e explicar como ela teve uma vida até agora completamente híbrida e incoerente, começa o seu livro 1988: Segredos da Constituinte dizendo que é difícil e quase impossível contar uma história tantas vezes contada.

    Seu livro é um conjunto de depoimentos dos constituintes mais importantes, daqueles que a fizeram, escreveram e receberam a chuva de lobistas e de seus interesses corporativos. Esse fato dá a noção de como foi desorganizado o trabalho da Assembleia e como faltou a ela a capacidade de ter uma visão de conjunto da Constituição.

  • Um Bom Debate

    O Estado Maranhão, em 19/09/2021

    A Fundação Ulysses Guimarães, do MDB, promoveu um Seminário, não fulanizado, como dizia Marco Maciel, da maior importância para discutir a crise brasileira, suas raízes históricas e soluções futuras. Foi muito útil, e a presidência do Nelson Jobim, um dos mais preparados homens públicos do Brasil, deu o tom ao debate. Duas constatações foram unânimes: que vivemos sempre em crise e que estas sempre encontraram uma solução pacífica, característica do país.

  • A Transição e a Constituição

    Os Divergentes, em 14/09/2021

    Na noite da agonia de Tancredo colocaram o dilema político de quem devia assumir a Presidência da República. A minha decisão de só assumir com Tancredo Neves é de todos conhecida. Alguns segmentos políticos pensavam que deveria ser o Ulysses Guimarães. Mas este, como grande homem público, encerrou a discussão tendo comigo o seguinte diálogo, tantas vezes repetido: 'Não assumo porque a Constituição determina que é o Vice-Presidente', e incisivamente me disse: 'Sarney, não queira criar caso, lutamos para chegar até aqui, você não tem o direito de nos criar agora qualquer dificuldade. A Constituição determina que é você que deve assumir a Presidência.'

  • A Casa Desunida

    O Estado do Maranhão, em 22/08/2021

    Perdidos na perplexidade da desarmonia do Estado, o Brasil se arrisca a deixar de lado o problema fundamental que é sua própria razão de ser: a trilogia liberdade, igualdade, fraternidade, no mote da revolução francesa, o direito à felicidade, na fórmula de Jefferson. O que, quando comecei a fazer política, há tantos anos, chamávamos de justiça social.

  • A Preguiça e a Covid

    O Estado do Maranhão, em 15/08/2021

    A cada dia surgem descobertas e divulgam-se trabalhos acadêmicos sobre as consequências da Covid-19 e os efeitos da necessária prevenção - ficar em casa, em quarentena, isolar-se - para evitar contágios e o sofrimento dos que ficaram com sequelas da doença, algumas graves, como as que atingem o cérebro, mostrou a Universidade de Oxford.

  • Saudades que não Passam

    Metrópoles, em 31/07/2021

    Vou fazer um interregno entre os temas políticos, as Olimpíadas, que mobilizam todas as atenções, e as mazelas nacionais, para abordar um tema pessoal que mexe com meus sentimentos e faz parte dos amores da minha vida.

  • Parlamentarismo e Variantes

    Jornal Metrópoles, em 25/07/2021

    Estamos mais uma vez discutindo o modelo eleitoral. Vai da discussão sobre a urna eletrônica, que - diga-se - tem funcionado muito bem, até o modelo presidencialista, seus defeitos e suas vulnerabilidades.

  • Três Américas

    O Estado Maranhão, em 18/07/2021

    Diante das revelações que saem agora nos Estados Unidos, de que Trump queria acabar com a Constituição americana, com mais de duzentos anos de existência, e dar um golpe de Estado, vemos que a velha realidade do sonho de Monroe - da 'América para os americanos' e de um continente integrado - desapareceu.