Início > Noticias > Corpo do Acadêmico e jurista Evaristo de Moraes Filho é sepultado no Mausoléu da ABL

Corpo do Acadêmico e jurista Evaristo de Moraes Filho é sepultado no Mausoléu da ABL

O corpo do Acadêmico e jurista Evaristo de Moraes Filho, um dos mais destacados advogados trabalhistas do Brasil, quinto ocupante da Cadeira 40 da Academia Brasileira de Letras, foi sepultado no sábado, dia 23 de julho, às 16 horas, no Mausoléu da ABL, e depois seguiu para o Cemitério São João Batista, bairro de Botafogo, Rio de Janeiro.

Evaristo de Moraes Filho, 102 anos, faleceu, dia 22, sexta-feira, às 18h30min, em casa, no bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro, de infarto do miocárdio e insuficiência respiratória. O corpo foi velado no Petit Trianon, na Sala dos Poetas Românticos, das 10 às 15 horas, dia 23, sábado. Antes de seguir para o cemitério, o padre Ismael Destefani rezou a missa de corpo presente.

O Presidente da ABL, Acadêmico e professor Domício Proença Filho, ainda na sexta-feira, ao tomar conhecimento da morte de seu confrade, determinou luto de três dias e que a bandeira da Academia fosse hasteada a meio mastro. No velório, disse: “Com a partida do mestre Evaristo de Moraes Filho, perde a ABL um de seus mais devotados integrantes. E a cultura brasileira, um grande pensador”.

A Secretária-Geral, Acadêmica e escritora Nélida Piñon, disse: “Evaristo de Moraes Filho pertenceu a uma linhagem de grandes intelectuais brasileiros. Jurista impecável e sábio, traduziu como poucos, a importância fundamental das leis trabalhistas. Foi um companheiro amado, assim como sua esposa, dona Hileda”.

Evaristo de Moraes Filho nasceu no Rio de Janeiro em 5 de julho de 1914. Foi eleito para a ABL em 15 de março de 1984, na sucessão de Alceu de Amoroso Lima, e recebido em 4 de outubro de 1984 pelo Acadêmico Josué Montello.  Deixa viúva a senhora Hileda Flores de Moraes, dois filhos, Regina Lúcia de Moraes Morel e Antônio Carlos Flores de Moraes, seis netos e dois bisnetos.

25/07/2016